Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

06
Nov19

Suporte Básico de Vida Pediátrico

(algumas dicas práticas)

Mónica Lice

suporte básico de vida .jpg

 

Quem me acompanha no Instagram, percebeu que, na semana passada, participei num curso sobre Suporte Básico de Vida Pediátrico.

 

Foi a primeira vez que participei num evento do género, mas em boa hora recebi o convite da Nestlé Bebé para participar. A temática não podia ser mais importante e os ensinamentos que recebi, e que espero nunca precisar de usar, são daqueles que ficam para a vida.

 

O Dr. Hugo Rodrigues, que foi quem deu o curso, é um médico pediatra, por detrás do blog Pediatria Para Todos. Foi ele que, de forma clara e precisa, nos foi passando toda a informação e, acima de tudo, os exemplos de como proceder, em caso de emergência.

 

Na impossibilidade de vos mostrar ou falar de tudo o que aprendi, deixo-vos algumas dicas úteis que podem fazer a diferença. Assim:

 

1. Se estiverem sozinhos, perante uma criança caída, adormecida ou desmaiada (uma criança que não reaja ou não respira), e se souberem os passos do suporte básico pediátrico, ponham-nos em prática, antes de ligarem para o 112 (claro que devem sempre pedir ajuda, e pedir a alguém para ligar logo para o 112, enquanto tentam reanimá-la). Um ou dois minutos a tentar salvar uma vida, desta forma, pode fazer toda a diferença...

 

2. A pessoa que tenta reanimar a criança deve estar em segurança, assim como também o deve estar a própria criança. Analisar as condições de segurança da própria situação são o primeiro passo a tomar nestes casos de emergência. Imaginem que a criança desmaiou porque levou um choque - neste caso, desligar a corrente ou afastar a criança (e nós próprios, enquanto reanimadores) de potenciais novas descargas energéticas deve ser o primeiro passo a tomar.

 

3. Sempre que ligarem para o 112, por causa de uma emergência médica, digam logo ao telefone isso mesmo. Não caiam no erro de contar logo toda a história, porque, em regra, somos atendidos por polícias, que ouvem a história, mas que nos reencaminham para a linha de emergência médica. E para não estarmos a perder tempo a repetir tudo outra vez, mais vale sermos logo encaminhados para o pessoal competente. Por isso, já sabem - digam logo: "É uma emergência médica".

 

4. Quem ligar para o 112, deve ser preciso na informação que passa, devendo informar:

* local onde se encontra;

* características da emergência - o que se passou ou terá passado;

*características da vítima - idade provável.

 

5. Quando avaliamos o estado da criança, é importante VER, OUVIR e SENTIR. Perceber se respira, se tem movimentos cardíacos, se o sei peito de movimenta ou não, olhando, mas também sentindo a pulsação e ouvindo o possível som que sai das suas vias respiratórias.

Screen Shot 2019-11-04 at 14.28.27.png

6. Em caso de engasgamento, o primeiro passo a dar passa por perceber se a criança consegue tossir ou não. Se tossir, tudo bem - caso não o faça, perceber se está consciente ou não. Caso não o esteja, passa-se para o suporte básico de vida. Se estiver, devemos dar 5 pancadas entre as omoplatas e 5 compressões torácicas (bebé com menos de um ano) ou 5 compressões abdominais (crianças com mais de 1 ano) - até a obstrução ficar resolvida.

Screen Shot 2019-11-04 at 14.33.16.png

No final, ainda houve tempo para trocar experiências e dúvidas e, claro, degustar algumas das novidades da Nestlé para bebés e crianças, incluindo os deliciosos NATURNES Bio NutriPuffs, que são super apreciados cá em casa.

 

Para quem não conhece, eu apresento: são snacks de cereais biológicos e nutritivos, sem açúcares nem sal adicionados, que tanto podem ser de fruta como de legumes, e que são uma alternativa saudável para o lanche. E são mesmo deliciosos...

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D