Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

25
Set20

Hotel Casa Palmela

Mónica Lice

 

Hotel Casa Palmela 11.jpg

 

O convite para conhecer o Hotel Casa Palmela chegou no final de 2019.

 

Longe de adivinhar as voltas que a nossa vida ia dar, fui adiando a ida, porque os tratamentos do meu marido não nos permitiam agendar fins de semana.

 

Hotel Casa Palmela 12.jpg

 

Depois chegou um transplante que correu mal, pelo meio apareceu o Covid e, depois de tanta dúvida e hesitação, finalmente conseguimos marcar um fim de semana em família, neste hotel com vista para a Serra da Arrábida, inserido numa quinta linda, com vistas de cortar a respiração.

 

Resolvemos manter a surpresa para elas até ao fim. Só souberam que iríamos passar o fim de semana fora (o nosso primeiro fim de semana fora, os 4, de sempre) depois da escolinha.

 

E assim fomos, sem planos ou grandes expetativas, desejando tempo de qualidade os 4, se possível com um pouco de sol.

 

E ficamos maravilhados com tudo.

 

 

O Hotel Casa Palmela, membro do Small Luxury Hotels of the World, que até há poucos anos era uma casa de família, inserido na Quinta do Esteval, que já foi Casa Agrícola dos Jesuítas e, mais tarde, a casa dos Duques de Palmela, manteve o charme desses tempos e continua a inserir, na decoração, peças valiosas, que eram da família. Dentro destas peças, o destaque vai para as esculturas de Maria Luísa de Sousa Holstein, 3.ª Duquesa de Palmela, que se podem admirar logo na entrada. 

 

Mas desengane-se se acha que vai encontrar quartos datados ou pouco confortáveis. O nosso quarto era moderno e confortável, com um terraço privado e uma vista maravilhosa, para uma das piscinas e para a serra.

 

De facto, o hotel, que é totalmente kids friendly, conta com duas piscinas, às quais de junta um Spa camuflado no meio da vegetação, um restaurante com uma esplanada linda, com vista para a Serra, e muitos recantos para descobrir com calma, a pé, a cavalo ou de bicicleta, entre a vinha e ou o arvoredo.

 

E a cereja no topo do bolo: o hotel fica a 10 minutos de carro das praias da Arrábida. Foi, por isso, o pretexto ideal para fazermos praia, pela primeira vez na vida, na Praia da Figueirinha e para percebermos, finalmente, porque é que estas praias da Arrábida são, por muito, consideradas das melhores e das mais bonitas do país. Nem o sol faltou, para tornar a experiência ainda melhor.

 

 

Se não quiserem ir à praia, ou se o tempo não o permitir, podem sempre agendar aulas de equitação, marcar um piquenique no meio das vinhas, desfrutar de uma massagem ou "perder-se" numa prova de vinhos, com degustação de produtos regionais.

 

Por fim, não esquecer o restaurante Zimbral! Desde os pequenos almoços à carta, e em total segurança, passando pelo piquenique, que desfrutamos no sábado, ou pelo jantar, absolutamente delicioso, tudo foi memorável e de deixar água na boca...

 

De sublinhar ainda a simpatia e a competência de todo o staff, que, mesmo com máscara sempre posta, nos sorria com os olhos, contribuindo para uma experiência ainda mais feliz.

 

Ah, e para quem perguntou, sentimo-nos super seguros no Hotel. Para além de todas as medidas de limpeza e desinfeção dos quartos e dos espaços públicos, e do uso a máscara, foi-nos medida a temperatura à chegada.

 

Hotel Casa Palmela 9.jpg

 

No domingo, e depois de tanta experiência e aventura para contar, despedimo-nos a custo do Hotel Casa Palmela. Elas adoraram tudo, e, claro, nós os dois também.

 

Ficou a vontade de regressar e a vista para Serra e para as vinhas, que trouxemos registada na mente e, acima de tudo, no coração...

 

Hotel Casa Palmela 10.jpg

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D