Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

30
Mar17

O nome da bebé

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-29, 22.07.55.png

 

Assim que soube que esperava outra menina, comecei logo a pensar no nome que lhe daria(mos).

 

E um dos primeiros que me veio à cabeça foi o nome da minha avó materna. A minha avó materna foi uma espécie de segunda mãe para mim - uma mulher incrível que me marcou e que, vários anos depois da sua partida, continua presente, ainda que de forma imaterial, na minha vida.

 

O único problema é o nome - que, apesar de me dizer muito, não arrancou sinais positivos de praticamente ninguém a quem pedi opinião. Chamava-se Elvina - um nome pouco comum, que, por acaso, aqui no continente, é o nome de uma confeitaria ou pastelaria - que só conheço das carrinhas que, por vezes, vejo passar em Lisboa.

 

Por isso, o nome acabou por ser afastado... E começamos numa busca conjunta, dentro de várias hipóteses que nos vinham à cabeça.

 

Desta vez, a escolha acabou por demorar um pouco mais tempo do que com a Laura. Entre os nomes que só eu gostava e aqueles que só ele achava piada, demorou um pouco até ao consenso final.

 

Para já, parece que nos decidimos. A bebé já tem nome (que, à partida, será o definitivo). Começa por E., mas não é Elvina. Alguém adivinha qual é?

 

(imagem via becomingtheparent.com.)

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

28
Mar17

Decoração de quarto de bebé

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-23, 14.27.34.png

Cama Magic 3 em 1 ZY Baby: pode ser berço, cama de grades e, depois, uma secretária com 2 práticas cadeiras.

 

 

Nesta gravidez, e estando à espera de outra menina, estou muito mais tranquila no que diz respeito ao enxoval. Felizmente, guardei tudo o que era da Laura e, por isso, a bebé terá o espólio da mana.

 

Quanto ao quarto, e apesar de termos um quarto de hóspedes, é nosso desejo colocarmos as duas no mesmo quarto. Claro que os primeiros tempos da bebé serão no nosso quarto, mas, depois, achamos que será extremamente benéfico para ambas aprender a partilhar espaços, brincadeiras e muita cumplicidade, dormindo lado a lado.

 

Assim sendo, e uma vez que o quarto já está decorado, para já, não será necessário fazer nada no mesmo. Tirando um ou outro ajuste, tudo o resto ficará igual, para receber a mana que, a bem da verdade, só irá para lá daqui por algum tempo.

 

De todo o modo, e como sei que há muita mãe de primeira viagem desse lado, deixo-vos com algumas dicas e sugestões de decoração do quarto. Sei bem o quanto esta atividade nos consome tempo e, pelo menos no meu caso, alguma preocupação. Queremos ter tudo perfeitinho e pronto a tempo - um verdadeiro ninho para as nossas crias!

 

zippy.jpg

1. Bandeira decorativa ZY Baby (€5). 2. Alcofa ZY Baby (€99,99). 3. Almofada ZY Baby €15 (também há em azul). 4. Doudou ZY Baby (também há em rosa) €9,99. 5. Girafa Charlotte Nattou (€20,99). 6. Manta tricotada ZY Baby €22,99 (também há noutras cores). 7. Baloiço ZY Baby €79,99. 8. Cama Micuna €289.

 

O meu conselho é que tentem planear tudo com antecedência: pinturas ou papel de parede, se for o caso, planeamento de móveis que querem comprar e, claro, os detalhes da decoração. Não descurem a arrumação! Pode não parecer necessário agora, mas, quando damos conta (entre o que compramos e o muito que é oferecido), parece que os bebés já têm mais coisas que nós, que necessitam de ser arrumadas.

 

Apostem no conforto, em duas ou três cores base e, a partir daí, construam um espaço acolhedor e confortável para vós e, sempre, a pensar no conforto e segurança do bebé, que, logo, logo, começará a andar e a descobrir o mundo à sua volta, explorando e tratando por tu o seu quarto.

 

Deixo-vos com algumas sugestões de ambientes e de peças que considero amorosas e muito úteis. Podem encontrar tudo na Zippy (nas lojas físicas ou online), que oferece uma coleção vasta de puericultura, de várias marcas, incluindo produtos de marca própria, alguns dos quais made in Portugal, de excelente qualidade (a cómoda das nuvens, que mostro abaixo, é um exemplo disso e foi uma ótima aquisição para o quarto da Laura, há dois anos atrás).

 

Espreitem, inspirem-se e mãos à obra!

zippy3.jpg

1. Cesto ZY Baby (€10). 2. Edredão e resguardo ZY Baby (€40). 3. Berço Micuna €389 (já vem totalmente equipado, com colchão, almofada e roupa de cama). 4. Berço ZY Baby (também há em azul e branco total) €199. 5. Cómoda ZY Baby (€299).

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

20
Mar17

Trufas energéticas saudáveis

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-17, 14.21.52.png

(Imagem via thehealthychef.com.)

 

Como já vos disse, tenho passado grande parte da gravidez a pensar em comida. Sou particularmente gulosa, mas tenho tentado evitar os doces e também o chocolate.

 

Há algum tempo atrás, comecei a usar cacau cru em algumas receitas (batidos energéticos, sobretudo), e tornei-me fã deste ingrediente, que me sacia o desejo de chocolate, mas não tem qualquer açúcar adicionado.

 

Daí até à receita de umas trufas energéticas, foi um pulinho. Depois de ver várias receitas, e tendo em conta o que tinha disponível em casa, pus mãos à obra e o resultado surpreendeu-me de tal forma que já voltei a repetir a dose.

 

Fica a minha receita, para quem quiser experimentar em casa...

 

Ingredientes:

1 embalagem de tâmaras biológicas sem caroço

1 a 2 colheres de sopa de avelãs

1 colher de sobremesa de manteiga de amendoim

cacau cru a gosto (eu costumo colocar 2 a 3 colheres de sopa)

 

Modo de preparação:

Começo por picar grosseiramente as tâmaras, colocando-as numa picadora (uso a OnionChef da Philips, mas podem usar qualquer uma que pique bem).

Quando as tâmaras já estão completamente desfeitas, junto as avelãs, aos poucos, e vou triturando sempre. Depois, coloco o cacau, bem como a manteiga de amendoim, que ajuda na ligação dos ingredientes.

Depois de tudo triturado e misturado, é hora de fazer as trufas. Vou fazendo pequenas bolinhas com as mãos, passando-as ora por coco ralado, ora por cacau, embora deixe sempre a maior parte sem nada. Há ainda quem as passe por bagas goji ou por amêndoas raladas de forma grosseira (tudo depende do gosto pessoal de cada um).

Para as armazenar, utilizo um frasco de vidro e depois guardo-as no frigorífico, onde aguentam muito bem durante vários dias.

 

Quando me dá daqueles "ataques" de fome, é só comer uma, sem pesos na consciência! Ah, e as tâmaras, para além do seu elevado valor nutricional, são boas para regular a função intestinal, o que é ótimo na gravidez (e não só).

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

17
Mar17

Amamentação & leite

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-08, 19.32.49.png

Nicole Trunfio na Elle Australia.

 

Outro dia perguntaram-me se desejava amamentar a bebé que vai nascer. A resposta não se fez esperar - tal como amamentei a Laura, durante quase um ano, também gostaria muito de voltar a amamentar a minha nova bebé. Como é sabido, o leite materno é o melhor alimento para os nossos bebés!

 

Devo confessar que nunca pensei muito na amamentação antes da Laura nascer. Participei num workshop com a Constança, do Centro do Bebé, que me ajudou bastante a desmistificar algumas ideias e a aprender outras tantas sobre o tema.

 

Mas, depois, quando ela nasceu, chegar-lhe ao peito e dar alimento foi algo de tão natural que parecia que tínhamos estado a vida toda a fazer aquilo. Sem complicações e teorias...

 

No entanto, estou longe de ser fundamentalista em relação a esta matéria. Acredito e defendo que cada mãe deve ser soberana no que diz respeito ao cuidado da sua cria. Somos mães e queremos o melhor para elas. Mas isso não deve implicar, na minha opinião, experiências de sofrimento, que, passadas primeiro pela mãe, se transmitem imediatamente para o filho ou filha.

 

Por isso, e no caso da Laura, o desmame acabou por se dar naturalmente, por volta dos 11 meses. Já a amamentava cada vez menos (o que implicava uma produção de leite cada vez menor) e, de forma natural, passámos para as papas e para um leite infantil.

 

Ela adaptou-se muito bem ao novo regime e, coincidentemente, ou não, começou a dormir a noite toda, uma vez que já não acordava para mamar. Escolher um leite infantil para lhe dar acabou por ser tarefa fácil. No nosso caso, acabamos por escolher o NAN OPTIPRO 2 porque tem uma qualidade proteica mais próxima da do leite materno e a quantidade certa de proteínas, necessárias ao crescimento do bebé.

 

Ela gostou e nós ficamos mais descansados, com a certeza de que lhe estamos a proporcionar o melhor. No entanto, cada bebé é único e nada como ter em conta um conselho de um profissional de saúde no momento em que se decide alterar a alimentação do bebé.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D