Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

25
Mai17

DécimoMês.pt - o site das recém-mamãs

Mónica Lice

FullSizeRender.jpg

 

Desde o momento em que descobrimos que estamos grávidas que todas as atenções se começam a centrar no pequeno ser que trazemos dentro de nós.

 

No meio da azáfama que são as consultas, o preparar o enxoval e o quartinho, os cursos de preparação para o parto e os baby showers, há uma mãe em construção, uma nova mulher que nasce no dia em que nasce o seu filho e que, muitas vezes, se anula, em prol do mesmo e do seu bem-estar.

 

Entre toda a informação que nos entra pelos ouvidos durante os 9 meses de gravidez, pouca é aquela que nos ensina a ser mãe. E isto porque ser mãe não é cuidar do filho - há muito mais para gerir para além do bebé: é a relação com o companheiro/marido (que muitas vezes se altera), a lida da casa (nem sempre há apoio familiar) ou o trabalho (do qual, muitas vezes, não se consegue desconectar), o tentar arranjar-se minimamente todos os dias...

 

Enfim, há que lidar com um sem número de situações que estão na base desta nova realidade que é ser mãe. E, neste âmbito, ter informação credível, à distância de um clique, sobre os mais diversos assuntos relacionados com a maternidade e a mulher, enquanto mãe, pode fazer toda a diferença.

 

Foi a pensar nisso que a Bayer e o Bepanthene Pomada® decidiram lançar um portal de informação, para apoiar as mulheres que acabaram de ser mães. Assim nasceu o DécimoMês.pt - um site que cobre todos os aspectos essenciais da vida de uma mulher após o parto: recuperação e saúde, bem-estar emocional, a nova realidade, o corpo no pós-parto, os relacionamentos e o amor.

 

E, o melhor de tudo, é que o site conta com a colaboração de várias mães reais, de vários países, incluindo Portugal, que partilham experiências, em texto e vídeos. E tudo é abordado, sem tabus nem complexos!

 

DécimoMês.pt foi lançado há já alguns meses, mas só agora o conheci e, confesso, fiquei agradavelmente surpreendida com o site e com toda a informação que lá encontrei. Teria dado muito jeito no pós-parto da Laura, mas acho que será, na mesma, bastante útil após o nascimento da Emília.

 

Para todas as grávidas, sobretudo as de primeira viagem, um conselho - guardem este link nos favoritos: www.decimomes.pt! Depois não digam que não avisei...

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

22
Mai17

Vertbaudet primavera-verão'17

Mónica Lice

EXTRA_COUV_091_06_EXTERIEUR_107.jpg

 

Desde que fui mãe que passei a vibrar (e muito) com as roupas e as coleções infantis. Antes passavam-me literalmente ao lado, mas, agora, dou por mim a comprar mais para a Laura (e, já, para a Emília), do que para mim.

 

Acho que é normal acontecer, até porque as crianças estão sempre a crescer e, no caso da Laura, precisa de um guarda-roupa novo a cada nova estação.

 

É, por isso, que tento ir vendo as novidades, percebendo o que mais gosto e fazendo logo uma pré-seleção, até porque já percebi que as peças mais giras são as que mais rapidamente esgotam.

 

Neste exercício, a Vertbaudet ocupa há já muito tempo um local especial nas nossas escolhas. Fico sempre rendida às novidades, e fã de várias peças de roupa, mas também dos sapatos - nomeadamente da coleção em pele, que garante qualidade e o máximo conforto para os pés em crescimento da filhota.

 

Para terem uma ideia, nesta coleção, fiquei rendida aos jeans à boca de sino e às culottes rosa, para a Laura, que já estão no guarda-roupa e que são lindos de morrer.

 

Lindas são também estas sandálias vermelhas, com um moranguinho no topo, que vão combinar na perfeição com este vestido em print floral, que aguarda no guarda-roupa a oportunidade certa para sair à rua.

 

Outra das coisas que aprecio na marca são os interiores - os bodies Vertbaudet são os que mais uso na Laura, desde bebé. Compro sempre em lotes de 3 ou de 5, acabando por compensar bastante.

 

Quanto à Emília, já estão guardadas e à sua espera algumas peças da coleção BIO, que garante a máxima qualidade e conforto para os nossos bebés.

 

Claro que a marca vai muito para além da roupa - a decoração para quartos de bebés e crianças é linda de morrer! Para além da roupa de cama, que gosto e recomendo, mudei o tapete do quarto da Laura, tendo escolhido um modelo cinza (este, com estrelas) e juntei umas caixas de arrumação, que, para além de giras, dão um jeitão na estante!

 

Deixo-vos com algumas imagens da coleção, com algumas das minhas peças preferidas da mesma...

 

P.S. Não falei da roupa de pré-mamã, mas vale a pena ter a coleção da marca debaixo de olho. Tem uma ótima relação qualidade-preço e está cheia de peças giras.

 

30-70204_0539_6346_PO_FA_043_EC_OF39.jpg

 

30-70216_0023_6400_PO_FA_70009_0243-2675+2787+3009_EC_EC2P.jpg

Captura de ecrã - 2017-05-16, 19.36.38.png

 

70023_0434_6630_PO_FA-2927.JPG

 

30-70208_0521_6423_PO_FA 70213_0371_6348_PO_FA_110_EC_EC2P.jpg

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

18
Mai17

Eu & ela

Mónica Lice

 

 

 

Quando se trabalha em casa e se tem connosco uma filha pequena, conseguir distribuir tarefas, ainda que mentalmente, e organizar a nossa vida para que tudo flua com alguma celeridade e normalidade, nem sempre é  tarefa fácil.

 

Muitas vezes dou por mim com uma mão a tentar teclar uma palavra no computador e a outra mão a manobrar um qualquer brinquedo. Felizmente que a Laurinha já se entretém sozinha com facilidade, gosta de cubos e de legos, folheia livros (e já não os rasga!) e começa, agora, a olhar para as bonecas (embora não sejam, para já, o brinquedo favorito).

 

Mas o que a deixa nas nuvens são as idas ao parque! É fã dos baloiços e do escorrega, desde há algum tempo e sempre foi destemida - mais do que a mãe, que fica sempre com medo que ela caia ou se magoe...

 

Nessas alturas, em que ora vou apenas eu, ora vou com o meu marido, tento esquecer, ainda que por algum tempo, os compromissos de trabalho e dou-lhe toda a atenção que merece, brincando também com ela. Ela brinca e suja-se à vontade, sem limites nem restrições. Somos felizes, assim, com estas coisas simples, mas plenas de significado...

 

E eu tento dar o meu melhor, ciente de que, tal como diz o lema Baby Dove, não existem mães perfeitas, apenas mães reais.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

16
Mai17

Crónicas de grávida

Mónica Lice

Nesta gravidez, estou MUITO mais atrasada nos preparativos para a chegada da baby E. Para terem uma ideia, às 33 semanas, ainda não preparei a mala de maternidade (shame on you, Mónica Lice)...

 

Entre algumas comprinhas que ainda preciso fazer, há coisas que já estão escolhidas e a aguardar o nascimento. Decidido está também avançarmos, novamente, com a criopreservação das células estaminais (do sangue e do tecido do cordão).

 

Depois de o termos feito com a Laura, estava fora de questão não o repetirmos com a Emília. Lembro-me que, há dois anos atrás, procurei ler bastante sobre o assunto. Paralelamente, procurei ouvir opiniões de amigos e de diferentes médicos, procurando recolher o máximo de informação possível, para decidir de forma consciente e informada.

 

Acabamos por avançar. É uma espécie de "investimento", que se espera secretamente ser "a fundo perdido". Mas deixou-me mais descansada e com a certeza de que estava a fazer o melhor por ela.

 

Efetivamente, a ciência não pára de evoluir e, de futuro, acredito que as potencialidades das células estaminais (do sangue e do tecido do cordão) serão imensas

 

Aliado a tudo isto, há a questão da compatibilidade entre irmãos, já que, para além de existirem melhores resultados em transplantes entre dadores relacionados, há ainda uma maior probabilidade de compatibilidade entre irmãos (cerca de 25%).

 

Por tudo isto, voltamos a escolher o Banco da Bebé Vida, o mesmo da Laura. A experiência correu bem em 2015, e decidimos repetir. Além disso, é um Laboratório (e não uma empresa a subcontratar o serviço de criopreservação), que funciona há mais de 12 anos e que é 100% nacional (assegurando a disponibilidade imediata do sangue, caso este venha a ser necessário).

 

Para as grávidas desse lado, possivelmente indecisas com o que fazer, vale a pena ficar claro o que penso em relação a isto - esta é uma decisão estritamente pessoal, que deve ser tomada, em primeira linha, e em consciência, pelos pais. Por fim, e em jeito de conselho: informem-se bem antes de avançar e certifiquem-se que estão a guardar o sangue e o tecido do cordão umbilical dos vossos bebés numa empresa devidamente licenciada e certificada!

 

29semanas6 (1).jpg

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D