Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

28
Jun17

Roupa que protege do sol e dos mosquitos

Mónica Lice

px.jpg

px1.jpg

px2.jpg

 

No ano passado - o primeiro da Laurinha na praia - testei com curiosidade e expetativa as linhas Repelente de Mosquitos e Proteção UV da Zippy. E, de facto, comprovei ao vivo que as peças que compõem cada linha são realmente eficazes, e FUNCIONAM!

 

Para quem ainda nunca ouviu falar das linhas, eu passo a apresentar. A Linha Repelente de Mosquito, disponível a partir dos 6 meses (até aos 10 anos), é elaborada através de uma tecnologia inovadora, desenvolvida em Portugal pela Smart Inovation, e protege as crianças dos mosquitos mais comuns a nível mundial.

 

O melhor de tudo? A coleção é 100% natural, não tóxica, biocompatível, ecofriendly e com elevado grau de eficácia e durabilidade, mesmo após 90 lavagens. E a sua eficácia já foi mesmo testada pelo IHMT (Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa) e pelo Siri Life Science na Índia.

 

Tudo isto dá-me, por isso, a segurança necessária para a usar na minha filhota. Ah, e as peças que compõem a linha são mesmo engraçadas, aliando a tecnologia ao design com pinta, a que a Zippy já nos habituou.

 

linha1.jpg

Já a Linha de Proteção UV é composta por t-shirts, fatos de banho e licras, que tanto podem ser usadas na praia ou no dia-a-dia, cujo material garante um fator de proteção solar 30. A coleção está também disponível dos 6 meses aos 10 anos e, não prescindindo do uso da proteção solar, vem dar uma ajuda PRECIOSA na proteção das crianças.

 

Fica a dica e as imagens de algumas das peças que compõem cada uma das linhas! As mesmas já estão disponíveis nas lojas físicas e online e, como sempre, as peças mais giras tendem a esgotar mais rapidamente, pelo que convém ser rápida...

 

linha2.jpg

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

22
Jun17

Chucha - sim ou não? (Movimento #MaesReais)

Mónica Lice

chucha.jpg

 

Prestes a ser novamente mãe, e com uma menina quase, quase, a fazer dois anos, fui desafiada por Baby Dove a partilhar o que defendo e coloquei em prática no que toca ao uso da chucha.

 

Durante a gravidez da Laura, fui ouvindo um pouco de tudo, entre cursos e workshops, testemunhos de outras mães e muita leitura - havia quem defendesse acerrimamente a chucha, e havia quem dissesse que podia dificultar a amamentação, e que, por isso, devia ser evitada.

 

Para terem uma ideia, cheguei mesmo a frequentar um workshop, dado por uma marca de chuchas e biberões, em que grande parte do tempo foi passado a dissecar sobre os diferentes materiais das chuchas, quais as opções a ter em conta nos primeiros tempos, entre outros aspetos, que fui apontando com cuidado no meu bloco de notas.

 

Assim, no dia marcado para a indução (às 41 semanas), levava na mala de maternidade, bem lá no fundo, pelo sim, pelo não, duas chuchas diferentes - uma de látex e outra de silicone. E tinha umas quantas outras guardadas em casa, para o caso de vir a precisar...

 

Na Maternidade Alfredo da Costa, onde a Laura nasceu, é conhecida a posição de que a chucha não deve ser usada (pelo menos nos primeiros tempos, para não atrapalhar a amamentação). Não obstante a isso, vi no meu quarto algumas mães, já com dois ou três filhos, a colocar logo a chucha nos seus rebentos.

 

No meu caso, confesso que experimentei uma na Laura, ainda na Maternidade, mas havia algo que me dizia, lá no fundo, para a tirar, que não seria necessária. Assim fiz, empenhando-me, antes, na amamentação, que, felizmente, correu bem, com uma adaptação fácil de parte a parte.

 

Em casa, ainda tentei uma ou duas vezes colocar-lhe a chucha, quando a achava mais agitada, mas ela não aceitava. E acabei por não voltar a insistir.

 

O que acabou por acontecer foi que, durante quase o seu primeiro ano de vida, a Laura adormeceu muitas vezes na maminha, depois de beber o suficiente para se aguentar por algumas horas.

 

Durante esse tempo, e não raras vezes, ouvi que estava a fazer da maminha a sua chucha - algo que eu deveria evitar a todo o custo. Confesso que nunca liguei muito a estes comentários - ia fazendo o que achava certo e sem me importar muito com as opiniões alheias. Acho que, nestes casos, cada mãe deve seguir o que acha certo - deixar-se guiar pela sua intuição.

 

A verdade é que, quando parámos a amamentação, tinha ela um ano, e começou a dormir toda a noite, nunca passámos a fase do "acordou porque a chucha caiu". Vive bem sem chucha, da mesma forma que sempre viveu bem sem biberons, já que nunca os tolerou.

 

Se foi o mais acertado? Honestamente não sei. Segui o meu instinto e fiz o que considerei ser o melhor, no momento. Tal como defende Baby Dove, não existem formas certas ou erradas, "não existem mães perfeitas, apenas Mães Reais”.

 

Por isso mesmo, desafio todas as mães desse lado a partilharem como foi convosco. Incentivaram os vossos bebés a usar chucha desde cedo? Ou optaram por não o fazer?

 

Partilhem a vossa opinião e adiram ao movimento #MaesReais! E podem habilitar-se a ganhar um produto da gama Baby Dove. Para participar, só têm de:

 

1. Partilhar a vossa opinião sobre o uso da chucha no vosso mural do Facebook ou Instagram (com uma imagem criativa à vossa escolha).

 

2. Juntar os hashtags #MaesReais e #BabyDove.

 

3. De seguida, enviar um e-mail para aminisaia@gmail.com, com o link da vossa participação.

 

As primeiras 10 leitoras a fazê-lo recebem um produto da gama Baby Dove (certifiquem-se que têm a publicação em modo "público")!

 

chucha1.jpg

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

20
Jun17

NIVEA Sun com Proteção da Roupa

Mónica Lice

nivea2 (1).jpg

 

Quantas de nós já nos queixamos do aspeto dos fatos de banho e dos biquínis, depois de uma ou duas idas à praia?

 

Eu já, confesso, e, muitas vezes, sinto dificuldades em eliminar manchas brancas e amareladas dos tecidos, sobretudo agora com a Laura, que é literalmente "enchida" de proteção antes da exposição solar, e cujas roupas de banho ficam sempre com um aspeto duvidoso depois das primeiras lavagens...

 

Foi, por isso, que achei o máximo a novidade de NIVEA Sun para este ano - uma nova geração de protetores solares, com uma fórmula que ajuda a remover as manchas amareladas da roupa, causadas pelos filtros dos protetores solares.

 

Pois é! Leu bem! Os novos protetores NIVEA Sun protegem, não apenas a pele, como também a nossa roupa, não comprometendo a qualidade a que a marca já nos habituou.

 

Depois de muita pesquisa, os laboratórios NIVEA chegaram a uma nova fórmula, criando, assim, o Complexo de Proteção de Roupa. Este é activado na lavagem e tem apenas efeito nas roupas – por isso não interfere com a eficácia da proteção, nem com a tolerância na pele.

 

O complexo está disponível na gama NIVEA Sun Protect & Moisture, assim como na gama NIVEA Sun Kids Hidratante.Todos os produtos em causa contêm filtros UVA e UVB, são à prova de água e a sua compatibilidade com a pele é comprovada dermatologicamente.

 

Fica a dica! É caso para dizer - adeus às inestéticas manchas amareladas na roupa de Verão!

 

nivea4.jpg

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

08
Jun17

Emília's closet

Mónica Lice

 

Não resisto a partilhar por aqui alguns dos sapatos que estão já no armário da Emília. São ténis, são amorosos e eu estou desejando vê-los nos seus pezinhos... Já faltou mais...

 

babyshoes (1).jpg

Sou absolutamente fã da adidas e, curiosamente, os primeiros ténis que a Laurinha usou eram também adidas (e estão guardados para a mana). Estes, Gazelle, são o máximo!

 

babyshoes1 (1).jpg

Noutro registo, muito cool, são estes Vans que encontrei na loja oficial da marca, no Vasco da Gama. Não conhecia a coleção para criança e bebé e fiquei bastante surpreendida! Tem modelos com muita pinta!

 

babyshoes2 (1).jpg

Assumidamente girlie, são estes ténis, também da adidas, em rosa. Vão dar muito jeito e são tão queridos!

 

*Para as interessadas, o melhor sítio, para mim, para encontrar maior diversidade de ténis para criança/bebé da adidas é, sem sombra de dúvida, a loja online da marca.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D