Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

26
Abr17

My Lily

Mónica Lice

lily2.jpg

 

Quando, há uns anos atrás, estive na fábrica do Boticário, em Curitiba, no Brasil, a convite da marca, fiquei absolutamente fascinada com a sala onde decorria a enfleurage, resgatada especialmente para a fragrância Lily, que é já uma das mais míticas do grupo O Boticário.

 

Para quem não sabe do que se trata, eu passo a explicar. A enfleurage consiste numa técnica de extração artesanal do óleo de pétalas de flores, que são colocadas em caixas de acrílico e cobertas com placas com gordura de origem vegetal que, não tocando nas flores, acabam por reter todo o seu perfume. Estão a imaginar o aroma maravilhoso da sala em causa? Pois era ainda melhor...

 

Passados vários anos desde o lançamento do primeiro Lily, a marca dá um passo à frente, lançando o My Lilly, baseado na mesma técnica artesanal. Trata-se de um novo perfume, que tem como principal inspiração a flor de Lírio, do interior de França, à qual se junta agora a flor de Narciso.

 

Criado pelo perfumista francês Clemente Gavarry, My Lilly é um floral verde que, para além das notas florais de lírio, narciso, magnólia, rosa, magnólia e muguet, combina ainda notas frutadas (mandarina e damasco) com folha de violeta, bergamota, cedro, musk, entre outras.

 

lily1.jpg

 

O resultado? Um perfume doce e, simultaneamente fresco, que, creio, se tornará na fragrância "do coração" de muitas mulheres. Vem, na mesma, numa embalagem com toque vintage, na qual se destaca o vaporizador do tempo das nossas avós.

 

E, para que possa ter o My Lilly (quase) dos pés à cabeça, o perfume foi lançado juntamente com um Creme Acetinado para o corpo (absolutamente delicioso, pelo cheiro e pela textura), um Creme de Mãos (super hidratante, sem deixar as mãos com efeito colante, e que trata ainda das cutículas) e um Spray em tamanho mini (com 10 ml), ideal para ter sempre na carteira ou levar em viagens.

 

Fica a dica, em jeito de sugestão para prenda do Dia da Mãe. E, quando passarem por uma loja O Boticário, não deixem de o experimentar! É provável que queiram um para vocês também...

 

lily.jpg

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

13
Abr17

Vestidos para cada tipo de corpo com a C&A

Mónica Lice

Um dos segredos para vestir bem passa por conhecer o nosso tipo de corpo e por perceber qual o género de roupa que melhor lhe assenta.

 

Claro que as regras de imagem valem o que valem e é fundamental experimentar sempre e ver como nos sentimos com cada peça. Mas partir de certas regras acaba por ajudar bastante, quando se trata de procurar a peça ideal para nós, o nosso estilo e tipo de corpo.

 

Se tem dúvidas, neste campo, deixo-lhe com algumas dicas, que podem ajudar. E foquei-me nos vestidos - a peça, por excelência da primavera e do verão, e a mais procurada para cerimónias mais festivas, como os casamentos.

 

Para o fazer, tive por base a nova coleção da C&A, que está repleta de vestidos, ideais para várias ocasiões, das mais formais às mais descontraídas, e adaptados a todas as silhuetas e tamanhos. Por isso mesmo, todos os vestidos que mostro nos exemplos podem ser encontrados numa loja C&A perto de si.

 

Ampulheta

Quando há total harmonia entre a linha formada pelos ombros e a linha formada pelas ancas, de tal forma que o corpo parece uma ampulheta.

 

Qual o melhor vestido para a mulher ampulheta?

Para ampulhetas menores ou retas, qualquer tipo de vestido tende a funcionar, já que todas as linhas estão harmoniosas. No entanto, é sempre boa ideia apostar em modelos de corte direito, que evidenciem a cintura e valorizem o corpo.

Para além disso, uma ampulheta menor pode apostar em estampados marcantes e volumosos, sem qualquer problema.

Já as ampulhetas maiores tendem a resultar melhor com vestidos envelope ou de corte evasé, que acompanhem as curvas, valorizando-as. As cores mais escuras e os estampados menores são apostas seguras, quando se trata de escolher modelos que adelgacem.

Captura de ecrã - 2017-04-11, 19.33.55.png

Triângulo ou pera

Nestes tipos de corpo, a anca costuma ser mais larga que a região do tronco, formando visualmente um triângulo

 

Qual o melhor vestido para o corpo triângulo?

Como o objetivo deve ser chamar a atenção para a parte de cima do corpo, disfarçando a parte debaixo e o volume que se acumula nesta área, é boa ideia escolher vestidos que tenham detalhes na zona do tronco - sejam eles folhos, pedraria, decotes chamativos, laços ou laçadas, mangas volumosas, entre outros.

A parte debaixo deve ser mais fluída e isenta de detalhes, de modo a não marcar a anca, chamando a atenção para a mesma ou para a barriga saliente, caso esta exista.

Riscas na vertical ou tudo o que crie linhas verticais, sobretudo no centro do vestido, são bem-vindas, por criar a sensação de que o corpo é mais mais magro e esguio.

Captura de ecrã - 2017-04-11, 20.10.58.png

Triângulo invertido

Neste caso, os ombros são mais largos que a região da anca, formando visualmente um triângulo invertido.

 

Qual o melhor vestido para o corpo triângulo invertido?

Neste caso, vestidos com linhas direitas, de corte tubo, por exemplo, sem grandes detalhes, tendem a funcionar melhor. Os detalhes, a existir, devem estar sempre abaixo da linha da cintura ou no centro, para desviar as atenções dos ombros.

 

Captura de ecrã - 2017-04-11, 22.53.58.png

 

 

Retângulo

Existem dois tipos de corpo retângulo - a "coluna fina", por um lado, que não é mais do que um retângulo mais estreito e o retângulo propriamente dito, mais largo. Em ambos os casos, a cintura pouco definida acaba por ser a principal característica a ter em conta.

 

Qual o melhor vestido para o corpo retângulo?

Para este tipo de corpo, o mais aconselhável são vestidos de linhas direitas, ligeiramente cintados, de modo a dar a sensação de cintura, mesmo quando esta não exista.

 

Captura de ecrã - 2017-04-12, 00.10.31.png

 

Maçã

Com linhas arredondadas, o corpo maçã apresenta normalmente uma linha de cintura maior que a linha dos ombros ou a linha da anca.

 

Qual o melhor vestido para o corpo maçã?

Como o objetivo é não evidenciar a cintura, os vestidos trapézio acabam por ser uma boa solução, porque escondem a barriguinha saliente. Outra hipótese passa pelos vestidos-envelope, que criam a ilusão de uma cintura mais estreita, acabando por favorecer o visual.

Captura de ecrã - 2017-04-12, 00.17.05.png

 

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

05
Abr17

#MãesReais

Mónica Lice

Mãe de uma menina linda de 20 meses, caminho em direção a mais uma experiência de maternidade que, se tudo correr como previsto, acontecerá logo no início de julho. Com 36 anos, tenho a sorte de trabalhar em casa e de conseguir gerir o meu tempo como acho que é o melhor para a família e para mim.

 

Entrei numa idade em que, preservando muito o meu trabalho, decidi pôr a família em primeiro lugar e dar a atenção devida a esta vocação e à experiência linda que é ser mãe.

 

Optei, desde há algum tempo, por educar a Laura em casa até, se possível, aos três anos de idade. Não é fácil, confesso, e cada dia é um desafio. Ter o escritório em casa e dividir o meu tempo entre dar-lhe a atenção devida, trabalhar e conseguir fazer algumas tarefas domésticas (básicas) nem sempre é pacífico. Mas acredito que vale a pena e isso faz toda a diferença!

 

Decidi ter outro filho com pouco intervalo de diferença da minha primeira filha, por achar que era o melhor para todos - para elas - e para nós que, apesar de todo o esforço e trabalho, vamos tentar dar o nosso melhor para que tudo corra sobre rodas, em prol da felicidade delas e, claro, da nossa.

 

Tento ser a melhor mãe possível, mas sei que não sou perfeita. Não sei se a perfeição existe, mas eu tento dar o melhor de mim, sendo a melhor mãe que consigo. E isso deixa-me descansada e feliz.

 

Por isso, não me podia identificar mais com o mote da nova marca de cuidados de bebé, que acaba de chegar a Portugal: Baby Dove. A mesma vem reforçar aquilo em que acredito: “Acreditamos que não existem mães perfeitas, apenas mães reais”, e são essas mães reais, como eu e como muitas de vós, que me leem, que tentam, a cada dia, fazer mais e melhor pelas suas crias.

 

dove1.jpg

 

dove2.jpg

 

dove5.jpg

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

03
Abr17

Diverte-te a fazer o bem!

Mónica Lice

canda.jpg

 

O mote está dado e não podia ser mais divertido: pôr pequenos e graúdos a cantar e, com isso, a ajudar quem mais precisa! E como funciona, perguntam vocês. Eu explico...

 

A iniciativa partiu da C&A, conhecida pelas suas ações de solidariedade social, e na sequência do acordo global entre a marca, a Fundação C&A e a Save the Children, entidade com a qual a C&A tem vindo a colaborar em situações de crise, como aconteceu depois do tufão Haiyan (em 2013) e da crise com o Vírus Ébola na Serra Leoa (em 2014).

 

Para além do financiamento direto que é feito, a marca tem tentado envolver os seus colaboradores e clientes nestas ações e, neste sentido, acaba de lançar um novo desafio, que visa envolver as crianças numa campanha de responsabilidade social muito especial, para ajudar a Save The Children.

 

Inspirada pela conhecida "canção dos copos" (que ficou famosa através do filme Pitch Perfect), a C&A convida todas as pessoas a gravarem um vídeo ou a fazerem uma fotografia onde mostrem que estão a interpretar a canção. O mesmo deve ser partilhado na página do Facebook, e por cada vídeo ou foto partilhados com a hashtag #CandACharityCup, €5 serão doados pela C&A à Save The Children.

 

Mas não é tudo! Estão todos convidados a passar numa loja C&A nos dias 7,8 e 9 de abril, onde poderão aprender, de forma divertida, e através de uma dinâmica alusiva a esta campanha, a interpretar a canção “Cups”. Ah, e vale a pena assinalar que nestes dias, toda a coleção de criança vai estar com 20% de desconto!

 

Fica a ideia, em tom de desafio! Comecem a praticar com os vossos miúdos, enquanto lhes incutem a necessidade de ajudar quem mais precisa. Depois é só partilhar no vosso Facebook (não precisam expor caras), tendo o cuidado de inserir o hashtag #CandACharityCup, e nomeando um amigo. É ainda importante confirmarem que a publicação está em modo público e não privado, para que possa ser vista e contabilizada para efeitos da doação.

 

A Save The Children agradece e eu também!

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D