Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

18
Mai17

#22meses

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-05-12, 10.29.50.png

 

A caminho dos dois anos, e prestes a tornar-se a irmã mais velha, a Laura continua a comer bem, e, apesar de estar um pouco mais esquisita no que toca a provar certos alimentos, come praticamente de tudo.

 

Dizem que o facto de ter amamentado e provado um pouco de todos os sabores terá ajudado. E eu acredito que sim, já que, felizmente, amamentou até cerca de um ano de idade, acabando por provar vários sabores, que iam variando consoante variava a alimentação da mamã.

 

Quando a amamentação terminou, optamos por uma bebida láctea infantil, adequada aos meses que tinha na altura. Hoje, com quase 22 meses, mantemos o NAN Optipro 4, por acharmos ser o melhor para ela.

 

De facto, e até aos três anos, são impressionantes as mudanças que se dão numa criança. Por vezes, não pensamos muito nisso, mas é neste período que a criança cresce cerca de 120 cm de altura, passa por um rápido desenvolvimento motor e mental, aprendendo uma data de coisas novas, todos os dias.

 

É, por isso, que as crianças não são mini adultos e não podemos esperar que comam como tal. Acredito, por isso, que há cuidados a ter, no campo da alimentação, e isso passa, claro, pelo tipo de leite que se dá, que continua a ter muito peso na sua "roda dos alimentos".

 

No caso do NAN Optipro 4, que pode ser dado a bebés de 1 a 3 anos, o mesmo destaca-se por fornecer uma qualidade e quantidade de proteínas adequadas a uma criança desta idade, bem como uma composição nutricional e energia adequadas a esta fase da vida.

 

E, enquanto isso, esperamos que a Emília siga os passos da mana, e mame tão bem como ela na sua primeira fase da vida...

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

27
Abr17

Sumos detox - como fazer?

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-04-24, 11.42.25.png

 

Apesar de não os tomar agora, em virtude da gravidez, sou fã dos sumos detox (em parte, por causa desta "menina" da Philips, que veio simplificar a minha vida) e consumo-os bastante ao longo do ano, e, em especial, na primavera e no verão.

 

Continuam na moda e são daquele género de "tendência saudável" que espero fique para sempre, deixando de ser tendência, pelos benefícios que traz, não apenas para a forma, mas, acima de tudo, para a saúde, integrados sempre numa alimentação saudável, que não deve ser descurada.

 

Neste campo, vale a pena saber que tipo de ingredientes pode e deve ter um sumo detox. Por isso mesmo, deixo-vos uma lista, baseada no livro Sumos e Águas Detox da nutricionista Lilian Barros, para imprimir e colar no frigorífico:

 

1. Base líquida

Pode ser água, gelo, tisanas, água de coco ou bebidas de origem vegetal, como aveia ou arroz.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

17
Mar17

Amamentação & leite

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-08, 19.32.49.png

Nicole Trunfio na Elle Australia.

 

Outro dia perguntaram-me se desejava amamentar a bebé que vai nascer. A resposta não se fez esperar - tal como amamentei a Laura, durante quase um ano, também gostaria muito de voltar a amamentar a minha nova bebé. Como é sabido, o leite materno é o melhor alimento para os nossos bebés!

 

Devo confessar que nunca pensei muito na amamentação antes da Laura nascer. Participei num workshop com a Constança, do Centro do Bebé, que me ajudou bastante a desmistificar algumas ideias e a aprender outras tantas sobre o tema.

 

Mas, depois, quando ela nasceu, chegar-lhe ao peito e dar alimento foi algo de tão natural que parecia que tínhamos estado a vida toda a fazer aquilo. Sem complicações e teorias...

 

No entanto, estou longe de ser fundamentalista em relação a esta matéria. Acredito e defendo que cada mãe deve ser soberana no que diz respeito ao cuidado da sua cria. Somos mães e queremos o melhor para elas. Mas isso não deve implicar, na minha opinião, experiências de sofrimento, que, passadas primeiro pela mãe, se transmitem imediatamente para o filho ou filha.

 

Por isso, e no caso da Laura, o desmame acabou por se dar naturalmente, por volta dos 11 meses. Já a amamentava cada vez menos (o que implicava uma produção de leite cada vez menor) e, de forma natural, passámos para as papas e para um leite infantil.

 

Ela adaptou-se muito bem ao novo regime e, coincidentemente, ou não, começou a dormir a noite toda, uma vez que já não acordava para mamar. Escolher um leite infantil para lhe dar acabou por ser tarefa fácil. No nosso caso, acabamos por escolher o NAN OPTIPRO 2 porque tem uma qualidade proteica mais próxima da do leite materno e a quantidade certa de proteínas, necessárias ao crescimento do bebé.

 

Ela gostou e nós ficamos mais descansados, com a certeza de que lhe estamos a proporcionar o melhor. No entanto, cada bebé é único e nada como ter em conta um conselho de um profissional de saúde no momento em que se decide alterar a alimentação do bebé.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

21
Nov16

Spina Bífida

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-11-21, 18.02.33.png

 

Hoje assinala-se o Dia Nacional da Spina Bífida e vale a pena chamar a atenção, por aqui, para as formas, bem simples, de prevenir esta doença, seguindo o mote lançado pela ASBIHP (Associação Spina Bífida e Hidrocefalia de Portugal).

 

Convém ter em conta que os defeitos do Tubo Neural, entre os quais a Spina Bífida, afetam, mundialmente, cerca de 500.000 nascimentos por ano, excluindo as gravidezes que não chegam a termo.

 

Em 1991, descobriu-se que o ácido fólico contribui para a redução dos defeitos do tubo neural em cerca de 72%, desde que tomado nas doses diárias recomendadas pelo médico antes da mulher engravidar e nos primeiros meses de gestação.

 

Os defeitos do tubo neural, entre os quais a Spina Bífida, ocorrem nos primeiros 28 dias de gestação, antes da maioria das mulheres saber que está grávida e, para que o ácido fólico seja eficiente na prevenção da Spina Bífida, a maioria das mulheres deve ter reservas desta vitamina antes da concepção e durante essas primeiras semanas de gestação.

 

Na maioria dos países, cerca de 50% das gravidezes não são planeadas, pelo que, quando estas mulheres descobrem que estão grávidas é, muitas vezes, demasiado tarde para prevenir a Spina Bífida nos seus bebés.

 

É, por isso, que uma alimentação consciente e rica em folatos é da mais extrema importância, aliada à toma diária de suplementos de ácido fólico, devidamente prescritos pelo médico assistente da mulher que pena engravidar.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D