Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

09
Mar17

Crónicas de grávida #3

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-08, 11.40.43.png

 

Vamos lá falar de um tema, que na gravidez, é impossível passar ao lado: comida!

 

Sou uma pessoa que come bem - tenho a sorte de ser bastante alta e de constuição mais magra, pelo que sempre comi muito sem me preocupar com engordar.

 

No entanto, a experiência de vida já me provou que se comer muito e não me mexer posso engordar seriamente. Aconteceu-me há muitos anos atrás, numas férias de cerca de 2 meses sozinha aos EUA, onde cheguei aos Açores francamente mais cheinha desde quando parti.

 

Na gravidez da Laura, tive alguns cuidados, mas isso não me impediu de engordar cerca de 16 quilos, que, felizmente, perdi posteriormente sem grandes sacrifícios.

 

Nesta gravidez, já aumentei alguns quilinhos... E tenho um apetite feroz, que me leva a estar a pensar em comida durante grande parte do meu tempo...

 

Trabalhar em casa também não ajuda muito. É verdade que, ao almoçar em casa, como coisas mais saudáveis do que se tivesse que comer fora todos os dias. No entanto, acabo por lanchar mais vezes do que talvez devesse, dada a facilidade com que me coloco na cozinha ou estou a abrir o frigorífico.

 

Tenho tentado apostar em snacks saudáveis, afastar-me do açúcar e beber muita água. Sopas e fruta também estão no topo das minhas preferências - com um sumo de 2 laranjas por dia, tomado ao pequeno-almoço (hábito que adquiri no gravidez da Laura e do qual já não prescindo).

 

Quanto ao exercício físico, tenho o Holmes Place à minha espera, mas o tempo é coisa que não abunda. Com a Laurinha em casa, dou por mim a chegar ao final do dia sem ter conseguido ir ao ginásio. Valem-me as caminhadas e as escadas, que faço diariamente e que sempre ajudam a manter a forma.

 

Não tenho propriamente desejos, a ponto de fazer o meu marido sair de casa em busca de alguma coisa (seja ela normal ou mais exótica), mas penso muito em pizza e, por mim, podia comê-la duas a três vezes por semana, sem qualquer dificuldade.

 

A vontade é de tal ordem que já dei por mim a preparar a massa das pizzas em casa, fazendo-as de raiz. E, por falar nisso, já se comia uma - de massa fina, claro está e só com ingredientes frescos... Nada de pizzas cheias de gordura, daquelas que se encontram em cadeias de fast food.

 

E por aí, mais alguém com desejos de pizza ou sou só mesmo eu?

 

 Imagem via foodandnutrition.org.

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

4 comentários

Comentar post

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D