Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

14
Abr15

Co-sleeping e o berço da Micuna

Mónica Lice

Já estou no 3.º trimestre! Nem acredito como o tempo voou! Têm sido meses e semanas alucinantes, repletos de novas emoções.

 

Nesta altura, dou por mim a vibrar mais com as aquisições que faço para a Laurinha, do que com aquelas que faço (ou fazia) para mim. Suponho que seja natural, mas é sinal que algo está a mudar! Muito!

 

E falando de aquisições para a Laurinha, o berço já está escolhido! Ainda falta o carrinho, mas a decisão acerca do berço já foi tomada.

 

Depois de ouvir alguns comentários de amigas que experimentaram soluções próximas de co-sleeping, achei que esta podia ser a melhor solução para nós.

 

Basicamente, co-sleeping significa "dormir junto", embora, no caso dos berços, se traduza em móveis que possam ser encostados à cama dos pais, permitindo à criança dormir ali ao lado, no seu espaço, mas à distância de um braço, sempre ao pé e à vista.

 

Como sempre, há os defensores deste método (que apontam como principal vantagem a segurança emocional do bebé), mas também há quem aponte os contras, referindo que, assim, a criança terá mais dificuldades em sair do quarto dos pais.

 

Honestamente, acho que a saída do quartos dos pais depende mais da criança e dos hábitos que os pais lhe vão incutindo, do que propriamente do tipo de berço, até porque, no caso dos berços que vi, dá para os afastar na cama, sempre que necessário ou desejável.

 

No nosso caso, estávamos indecisos entre o Next2Me da Chicco e o Cododo da Micuna. Mas depois de ver ambos ao vivo no El Corte Inglés, a opção acabou por recair pelo da Micuna.

 

Captura de ecrã - 2015-04-08, 13.12.56.png

 

Este berço é amoroso e muito prático (a lateral baixa totalmente, se necessário), pode ser preso à cama dos pais, e tem a vantagem de ser facilmente transportável na divisão e em casa, por causa das rodinhas na base (que podem, claro, ser travadas).

 

Captura de ecrã - 2015-04-08, 13.12.32.png

 

Outra mais-valia desta peça é o facto de poder ser convertida numa secretária - o que acaba por ser o grande ponto de diferenciação da Micuna, cujas peças vão sendo transformadas, à medida que a criança cresce.

 

Captura de ecrã - 2015-04-08, 13.13.34.png

 

A aquisição foi feita no El Corte Inglés, onde o bercinho vem com a parte têxtil, na cor que escolhermos. No meu caso, optei pelo bege, muito bonito e versátil.

 

E por aí? Alguém usa ou usou este berço? São defensoras do co-sleeping?

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D