Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

09
Mar17

Crónicas de grávida #3

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-03-08, 11.40.43.png

 

Vamos lá falar de um tema, que na gravidez, é impossível passar ao lado: comida!

 

Sou uma pessoa que come bem - tenho a sorte de ser bastante alta e de constuição mais magra, pelo que sempre comi muito sem me preocupar com engordar.

 

No entanto, a experiência de vida já me provou que se comer muito e não me mexer posso engordar seriamente. Aconteceu-me há muitos anos atrás, numas férias de cerca de 2 meses sozinha aos EUA, onde cheguei aos Açores francamente mais cheinha desde quando parti.

 

Na gravidez da Laura, tive alguns cuidados, mas isso não me impediu de engordar cerca de 16 quilos, que, felizmente, perdi posteriormente sem grandes sacrifícios.

 

Nesta gravidez, já aumentei alguns quilinhos... E tenho um apetite feroz, que me leva a estar a pensar em comida durante grande parte do meu tempo...

 

Trabalhar em casa também não ajuda muito. É verdade que, ao almoçar em casa, como coisas mais saudáveis do que se tivesse que comer fora todos os dias. No entanto, acabo por lanchar mais vezes do que talvez devesse, dada a facilidade com que me coloco na cozinha ou estou a abrir o frigorífico.

 

Tenho tentado apostar em snacks saudáveis, afastar-me do açúcar e beber muita água. Sopas e fruta também estão no topo das minhas preferências - com um sumo de 2 laranjas por dia, tomado ao pequeno-almoço (hábito que adquiri no gravidez da Laura e do qual já não prescindo).

 

Quanto ao exercício físico, tenho o Holmes Place à minha espera, mas o tempo é coisa que não abunda. Com a Laurinha em casa, dou por mim a chegar ao final do dia sem ter conseguido ir ao ginásio. Valem-me as caminhadas e as escadas, que faço diariamente e que sempre ajudam a manter a forma.

 

Não tenho propriamente desejos, a ponto de fazer o meu marido sair de casa em busca de alguma coisa (seja ela normal ou mais exótica), mas penso muito em pizza e, por mim, podia comê-la duas a três vezes por semana, sem qualquer dificuldade.

 

A vontade é de tal ordem que já dei por mim a preparar a massa das pizzas em casa, fazendo-as de raiz. E, por falar nisso, já se comia uma - de massa fina, claro está e só com ingredientes frescos... Nada de pizzas cheias de gordura, daquelas que se encontram em cadeias de fast food.

 

E por aí, mais alguém com desejos de pizza ou sou só mesmo eu?

 

 Imagem via foodandnutrition.org.

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

01
Mar17

Pintar o cabelo na gravidez

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-02-28, 22.11.17.png

 

Antes de engravidar da Laurinha, tinha pintado o cabelo de um bonito acobreado, a puxar para o vermelho, com uma tinta permanente.

 

Adorei o resultado da coloração, feito pela minha querida Maria Lourenço, mas, depois, ao engravidar, tomei a decisão de não colocar tintas permanentes no cabelo e, se possível, qualquer outro tipo de tinta durante os nove meses de gestação.

 

A ideia foi boa e a sua finalidade melhor ainda - evitar que substâncias relativamente perigosas entrem na corrente sanguínea e possam, de alguma forma, interferir com o bom desenvolvimento do bebé.

 

No entanto, à medida que o cabelo crescia, o efeito "raiz" escura era cada vez mais evidente, a juntar aos cabelos brancos que já tenho, Ou seja, tinha o cabelo de três cores - entre o avermelhado e o branco, passando pelo castanho...

 

Claro que passei a gravidez a ouvir "bocas" e opiniões de outras pessoas, que me diziam que a coloração não fazia mal, que a sua ginecologista nunca tinha dito nada acerca da pintura do cabelo, que isto e aquilo...

 

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

27
Fev17

Bordados e patches

Mónica Lice

bump2.jpg

 

Como já escrevi várias vezes por aqui, sou absolutamente fã de bordados e patches em peças de roupa e acessórios. A tendência vem do verão passado e continua a dar cartas este ano e nesta primavera-verão.

 

Os jeans com bordados e patches são das peças que mais se encontram nas lojas. Estas calças são um bom exemplo disso mesmo e são das peças mais cool que vesti nos últimos tempos.

 

Mas não são as únicas! O biker jacket, em pele preta, com bordados florais, foi um caso de amor à primeira vista. Tem a vantagem de juntar duas tendências fortes da estação: os blusões em pele, ao estilo "motoqueiro" e os bordados, provando que duas tendências aparentemente antagónicas (uma mais masculina e, outra, assumidamente feminina) podem resultar tão bem juntas!

 

bump.jpg

 

bump1.jpg

 

bump3.jpg

 

bump4.jpg

 

bump5.jpg

 

bump6.jpg

 

bump7.jpg

Biker jacket Amitié (no El Corte Inglés)

Camisola Alía (no El Corte Inglés)

Jeans Alía (no El Corte Inglés)

Carteira Gucci

Óculos Prada

Botas Dkode

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

14
Fev17

Atendimento prioritário na gravidez

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2015-07-27, 18.08.09.png

 

Em dezembro, já grávida de três meses, ouvi e aplaudi a entrada em vigor da nova lei, que veio, de uma vez, dar prioridade às grávidas no atendimento, em entidades públicas e privadas.

 

O Decreto-Lei n.º 58/2016, no seu artigo 3.º, não deixa margem para dúvidas...

"Dever de prestar atendimento prioritário

1 - Todas as pessoas, públicas e privadas, singulares e coletivas, no âmbito do atendimento presencial ao público, devem atender com prioridade sobre as demais pessoas:

a) Pessoas com deficiência ou incapacidade;

b) Pessoas idosas;

c) Grávidas; e

d) Pessoas acompanhadas de crianças de colo.(...)"

 

Até aqui, tudo bem. No entanto, no resto da lei, não se estabelece claramente como é que esta prioridade deve ser concretizada, sendo possível retirar, interpretativamente, de algumas disposições, que deve ser a própria pessoa a solicitar essa prioridade.

 

É que, da lei à prática, quando fui, no início de janeiro, aos correios, buscar uma encomenda, deparei-me com um cenário, no mínimo, estranho. Tive que tirar senhas, que não descriminam se somos "atendimento prioritário" ou não e percebi que tinha quase 20 pessoas à minha frente.

 

Olhando à minha volta, tinha algumas pessoas idosas (com garantidamente mais de 65 anos) e, até, uma família com um bebé à espera. E percebi que os números iam sendo chamados por ordem, sem se atender se havia prioridades ou não na sala.

 

Quando uma senhora reclamou, dizendo que estava uma senhora mais velha, claramente no âmbito do "prioritário", que já devia ter sido chamada, a funcionária disse que tinham que ser os próprios a chegar-se à frente...

 

Ora, num bairro onde mais de metade da população é idosa, fará sentido este sistema?

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D