Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

28
Dez16

Saldos de inverno

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-12-28, 11.40.41 (1).png

1. Sobretudo Zara €69,99 (era €119). 2. Carteira Bimba y Lola €87 (era €145). 3. Botas Bimba y Lola €117 (eram €235). 4. Camisola Zara €19,99 (era €25,95). 5. Jeans H&M €11,99 (eram €24,99).

 

Os saldos já começaram e vale a pena aproveitá-los o quanto antes, de forma a agarrar "aquela" peça que estava debaixo de olho.

 

Antes de se lançar nas compras, tenha em conta algumas dicas que podem ajudar a que faça as melhores compras. Aqui ficam elas...

 

1. Tente ir o quanto antes aos saldos, para evitar que as peças mais giras ou o seu tamanho desapareçam das lojas. Esta é uma regra aplicável às lojas físicas, mas também às lojas on-line. Se é daquelas que prefere comprar no conforto do seu lar, esteja atenta às lojas on-line, subscreva as newsletters e, antes mesmo que as promoções/saldos comecem, junte ao carrinho de compras as peças que tem em mente, para depois concluir a compra.

 

2. Se for às lojas físicas, escolha as manhãs, para evitar confusões. Tente também evitar, se possível, os fins-de-semana, que tendem a ser especialmente complicados.

 

3. Tenha em conta que, sendo esta uma altura de libertação de stocks, é possível que encontre peças de coleções ou, até, anos anteriores, no meio da confusão. É importante conhecer bem as coleções atuais, para evitar comprar gato por lebre.

 

4. Procure saber o preço inicial da peça, de modo a saber se está ou não a fazer um bom negócio. Se tiver que descolar etiquetas, não se preocupe, pois tem todo o direito de saber o preço inicial do bem que está a adquirir.

 

5. Antes de sair de casa, faça uma lista do que precisa e estabeleça um limite máximo monetário para gastar, que não deverá ultrapassar. É importante fazê-lo para evitar incorrer em gastos desnecessários.

 

6. Já na loja, analise bem a peça em causa, de modo a assegurar-se de que não tem defeitos ou manchas! Não é por estar em saldo que é suposto ter defeitos ou estar em mau estado.

 

7. Quando encontrar "aquela" peça, que está à procura e que lhe assenta realmente bem, não vá para casa pensar no assunto, sob pena de, quando voltar, já não encontrar a peça em causa.

 

8. Evite comprar alguma coisa sem experimentar. Por mais que possa experimentar depois em casa, o melhor é sempre experimentar antes e só comprar o que realmente fica bem e SERVE!

 

9. Os saldos são a melhor altura para investir em peças básicas, que vão perdurar no seu guarda-roupa durante muito tempo – uma mala em pele, um blusão de cabedal, um fato de corte irrepreensível, colares, brincos e anéis, um vestido preto ou uma camisa branca são, por exemplo, óptimas apostas.

 

10. Se acha que necessita de ajuda de uma profissional, aproveite esta época para marcar uma sessão de personal shopping

 
Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

19
Dez16

The Real Ironman

Mónica Lice

Quando se está grávida de primeira viagem, ouve-se e absorve-se uma série de coisas. Há quem diga só maravilhas, quem nos assuste de morte, dizendo que não vamos dormir bem nos próximos três anos, quem refira a mudança que a vida leva ou demonstre uma enorme saudade do tempo em que também estava assim.

 

Do que ninguém fala é da pilha de roupa por lavar e, posteriormente, por passar, que se forma, dia sim, dia sim, em nossa casa.

 

Por aqui, enquanto a filhota mamou, foi tudo tranquilo. Praticamente nem babete usava - não se sujava e estávamos tranquilos, com mais roupa para lavar, é certo, mas sem quantidades anormais.

 

Depois das primeiras sopinhas, tudo mudou. Entre o negar-se a comer até ao momento em que pretende colocar a primeira colher à boca, há alimentos que voam, manchas amarelas e castanhas que se instalam na golinha branca e, a partir daí, é uma luta de "vale tudo", entre detergentes e mezinhas caseiras, para retirar "aquela" mancha e lavar tudo em condições.

 

E depois, entre o que se lava à mão e o que vai para a máquina, há todo um kit completo e vasto para passar! Sim, passar! Convém que fique tudo minimamente direitinho e confortável, com bom ar, para o bem das nossas crias.

 

No que à tarefa de passar diz respeito, cá em casa e desde os meus tempos de grávida que a tarefa passou a ser dividida. O marido transformou-se num autêntico "ironman", dominando a arte do ferro como poucos.

 

Por isso mesmo, quando me apresentaram o vídeo da Braun, sobre The Real Ironman (que mostro abaixo), não pude deixar de soltar uma gargalhada. É verdade que lhe faltam os músculos e os potentes ferros a favor e a caldeira da Braun, mas pode ser que o Pai Natal se lembre dele e de nós e nos traga um destes aparelhos.

 

Confesso que a tecnologia inteligente iCare da Braun, que determina automaticamente a temperatura correta para todo o tipo de roupas, das mais resistentes às mais sensíveis, nos ia facilitar bastante a vida, evitando a deterioração de peças mais delicadas.

 

Por outro lado, não se perdia tempo à espera da mudança de temperatura mude, nem se corria o risco de danificar a roupa por excesso de calor.

 

Ah, e a base dos ferros, curvada para cima e inspirada nas pranchas de snowboard, permite fazer movimentos suaves em todas as direções, com um triângulo de emissão de vapor de design especial, de forma a fornecer uma maior quantidade de vapor nas zonas mais difíceis (em torno dos botões, colarinhos, bolsos, punhos, rendas ou pregas). Tudo facilidades, que nos iriam dar muito jeito!

 

Enquanto o Pai Natal escolhe o ferro ideal cá para casa, eu vou vendo o vídeo, para me inspirar! Inspirem-se e partilhem-no com o potencial Ironman de vossa casa.

 

 


 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

16
Dez16

Loja online adidas

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-12-16, 10.23.29 (1).png

 

Este ano, rendi-me às compras online e evitei filas e centros comerciais completamente lotados em compras de Natal. Com cada vez menos paciência para carregar com sacos, não há nada mais cómodo do que receber o que se comprou em casa e, com calma, embrulhar tudo pessoalmente, dando um toque pessoal a cada prenda.

 

A loja online adidas foi uma das minhas escolhas! Felizmente que já entrega em Portugal e, à distância de um clique, nos permite adquirir "aquele" modelo que andávamos à procura há imenso tempo e não conseguíamos encontrar em lado nenhum.

 

A loja oferece portes de entrega até ao Natal e, se encomendar até amanhã, dia 17, tem a certeza de ter até ao dia 23 a sua prenda em casa.

 

Mas não é tudo! Há ainda a possibilidade de personalizar t-shirts e ténis, escrevendo nos mesmos o que entendermos e, desta forma, criarmos peças únicas, que mais ninguém tem ou terá!

 

Se ainda lhe falta comprar aquela prenda especial, fica a dica! Aproveite o gift guide e encontre, em poucos segundos, aquilo que procura, com a certeza de que fará alguém (muito) feliz.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

17
Nov16

Saber comprar (5 dicas úteis)

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-11-13, 22.37.12.png

 

Atualmente, o convite ao consumo surge-nos por todos os lados. Somos convidadas a entrar nas lojas (físicas e online) e, muitas vezes, sem darmos conta, já estamos a guardar o cartão na carteira e a carregar mais um saco para casa.

 

Fará sentido este consumo desenfreado? Numa altura em que tanto se fala em consumo consciente, de que forma podemos nós, mesmo sem ajuda de uma consultora de imagem, ter a certeza de fazer as melhores compras e só investir nesta ou naquela peça, que realmente fará diferença no nosso guarda-roupa?

 

Para ajudar, deixo-vos algumas dicas, que costumo por em prática com as minhas clientes, e que espero que vos sejam úteis:

 

1. Compre sempre alguma coisa que lhe apeteça vestir já. E só invista em peças que combinem com grande parte do seu guarda-roupa.

Pessoalmente, sou daquelas pessoas que quando leva alguma coisa nova para casa, veste-a logo (às vezes, no próprio dia). E, mesmo na loja, consigo idealizar três ou quatro formas de combinar a peça, com o que já tenho em casa.

Confesso que me mete alguma confusão quem compra e não tira logo a etiqueta, por exemplo, esperando algum tempo (meses, até) para o fazer.

Quando isto acontece, das duas, uma - ou não gosta verdadeiramente da peça, ou nem tem a certeza se a vai usar. Se assim for, não vale a pena a compra! Evita gastos desnecessários e absolutamente supérfluos no guarda-roupa.

 

2. Distinga o que é básico do que é tendência.

Existem peças básicas e absolutamente essenciais em qualquer guarda-roupa. Em relação a estas, vale a pena um investimento maior, já que são peças que se vão usar sempre, independentemente da mudança de tendências.

Já as peças tendência de cada estação vão mudando com o tempo e, por isso, não vão ser usadas tantas vezes. Neste caso, pode e deve investir menos, ainda que comprometa um pouco a qualidade da peça.

 

3. Experimente - sempre.

A grande vantagem das lojas físicas é terem inúmeros provadores à nossa disposição. Com um pouco de sorte, têm jogo de espelhos, permitindo vermo-nos de vários ângulos.

Aproveite-os sempre e experimente a peça ou peças que pretende comprar. Olhe para si, de forma crítica, e avalie de que modo a peça lhe assenta.

Se, mesmo assim, preferir experimentar em casa e ver com o que pode combinar a peça, faça o favor a si mesmo de não se esquecer do saco, deixando passar o prazo de troca. E cuidado com a peça e com as etiquetas - há lojas e marcas mais exigentes do que outras, no momento da troca e/ou devolução.

 

4. Confira a etiqueta.

Esta é daquelas regras que aplico sempre, antes de comprar o que quer que seja.

Gosto de perceber onde é feita a peça (se tiver um "made in Portugal" é, em regra, garantia de muita qualidade), quais os materiais que a compõem (procura evitar materiais de pouca qualidade e pouco naturais para a minha pele), e como deve ser limpa.

Este último detalhe faz toda a diferença - isto porque investir em peças que só podem ser limpas a seco, por exemplo, traz um investimento acrescido nada simpático no final de meia dúzia de limpezas...

 

5. Cuidado com as promoções e saldos

Antes de comprar alguma coisa em saldos, pergunte-se sempre se a compraria pelo preço inicial. Se a resposta for não, é porque, se calhar, a compra não vale a pena e a peça não lhe interessa assim tanto.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D