Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

29
Jan18

7 séries para 2018

Mónica Lice

Ler à noite um livro com a minha bebé ao lado, a dormir, sensível a ruídos e luzes, torna-se uma tarefa muito complicada. Claro que podia ler mais, noutras divisões da casa ou durante o dia, mas tem-se tornado mais prático ver séries, no quentinho dos cobertores ou do sofá.

 

E o que tenho eu visto? Partilho abaixo algumas das séries que vi ou tenho visto e recomendo...

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.30.06.png

The Good Doctor

Estou a seguir esta série no AXN e a gostar muito. Centra-se na vida de um jovem médico autista, que sofre também do Síndrome do Sábio, ajudando a desmistificar ambas as patologias.

Cada episódio traz as suas próprias histórias, doenças e tramas, pelo que é fácil deixarmo-nos levar pela série, envolvente e muito bem feita.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.35.10.png

The Outlander

Esta série mistura um pouco de ficção científica ou sobrenatural com história, entre viagens no tempo, paixões, sangue, suor e lágrimas.

Honestamente, não sendo eu muito fã de ficção, fiquei fã desta trama, até porque a parte histórica suplanta-a e acaba por ser a minha preferida. 

Ah, e a figuraça do "Jamie" também ajuda a tornar mais interessante o enredo.

Estou a acompanhar no Netflix - e tenho à minha espera a terceira série, que conto "devorar" em breve.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.29.10.png

As Telefonistas

Desde que descobri Velvet, que passei a explorar séries espanholas, uma a seguir à outra. Claro que não vejo tudo, mas tenho feito ótimas descobertas e, esta, é uma delas.

A série é um original Netflix e centra-se na vida de jovens mulheres que trabalham na central telefónica de Madrid, em plenos Anos 20.

Entre amores, traições, intrigas e, até, crimes, há de tudo. Não suplanta Velvet, na minha opinião, mas não deixa de ser interessante.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.37.23.png

O Tempo entre Costuras

A série, também espanhola, merece aqui o meu destaque, por ter vários episódios, na parte final, rodados em Portugal, contando, inclusivamente, com a prestação de atores nacionais como o Filipe Duarte, o João Lagarto ou a Dalila Carmo.

Trata-se de uma série inspirada num livro, que conta a história de uma costureira que se transforma em espia, acabando por ter um papel importante no traçar da História.

Encontrei-o no Netflix e confesso que achei os primeiros episódios um pouco aborrecidos, mas, a partir de determinada altura, tudo fica mais interessante.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.41.03.png

This Is Us

No ano passado, não acompanhei a série, mas, a páginas tantas, fiquei curiosa, depois de perceber que meio mundo a via e opinava acerca da família, sua protagonista.

Por isso, este ano, decidi acompanhar a segunda série na Fox Life e, desta forma, conhecer finalmente os protagonistas de que tantos falam e escrevem.

A série é pesada e bastante interessante, pela simplicidade e envolvência da história - e ainda não chorei com nenhum episódio...

Vale a pena acompanhar, mas sinto que perdi bastante por não ter visto a primeira série, pelo que aconselho, se conseguirem, a verem tudo, desde o início.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.43.25.png

The Crown

Ando a devorar a segunda temporada, que estreou recentemente no Netflix, e já com pena que acabe.

Cada episódio está muito bem feito, mostrando, com graça, as intrigas e peripécias, mais ou menos séries ou reais, da Casa Real Britânica, da sua Rainha e respetiva família.

 

Screen Shot 2018-01-22 at 18.27.52.png

The Handmaid's Tale

Depois de tanto prémio atribuído a esta série, estava cheia de curiosidade para a ver. Encontrei-a na NOS Play, mas confesso que ainda só vi um episódio.

A série passa-se num futuro próximo, sendo, por isso, uma mistura de ficção científica com fantástico. Preparem-se para uma série pesada, tão bonita quanto estranha, e, se forem curiosos como eu, leiam antes um resumo da história, para perceberem ao que vão (não a escrevo aqui, porque nem toda a gente gosta de o fazer).

Pessoalmente, gostei (mas não amei) do que vi, mas tenho plena consciência que preciso ver o resto para conseguir formar uma opinião mais concisa. De todo o modo, não a quis deixar de a referir por aqui, dado o burburinho que se tem gerado à sua volta.

 

O que têm visto por aí? Têm séries para troca?

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

10 comentários

Comentar post

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D