Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

02
Jun17

Look total até €50 (especial crianças)

Mónica Lice

Numa semana dedicada aos mais novos, os looks low cost (sim, são dois) são dedicados, como não podia deixar de ser, às princesas e aos príncipes aí de casa.

 

São, assim, 2 looks, para menina e para menino, até €50 cada. Espreite e faça as contas...

Captura de ecrã - 2017-05-29, 22.49.20.png

Captura de ecrã - 2017-06-01, 19.32.16.png

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

01
Jun17

Quinny Yezz - testado e aprovado

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2017-05-26, 11.27.29.png

 

Com a Laura cada vez mais crescida, a preferir muitas vezes andar pelo próprio pé, em vez de ir no carrinho, tornou-se evidente a necessidade de um carro bengala, mais leve e fácil de transportar fechado.

 

Isto não quer dizer que não usemos o Quinny Moodd - é super estável e o mais confortável para ela. Mas, para viagens curtas ou quando estou só, com ela, e com a Emília na barriga, uma solução mais prática era cada vez mais necessária.

 

Como somos fãs da Quinny, começamos a "namorar" o Quinny Yezz. É o modelo mais leve da marca e bastou vê-lo ao vivo, colocá-lo às costas e perceber como abre e fecha num segundo para ficarmos rendidos.

 

Claro que não dá a estabilidade do Moodd, mas é perfeito para passeios curtos, para andarmos de transportes públicos e para trazer para casa, visto morarmos num segundo andar, sem elevador.

 

Para terem uma ideia do peso, pesa cerca de 5,6 kg. E, quando fechado, pode ser transportado às costas, como se fosse uma mochila, de forma confortável e sem sacrifícios. Ah, e traz ainda um bolso na parte traseira, que dá para arrumar algumas coisas, sendo, por isso, bastante prático.

 

Em termos de cores, escolhemos o tom mais escuro, que mostro abaixo, por acharmos de mais fácil manutenção, caso suje. Mas está disponível noutros tons mais clarinhos, como o berry ou um verde menta, bem bonito.

 

Captura de ecrã - 2017-05-26, 11.28.26.png

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

01
Jun17

#35semanas

Mónica Lice

O tempo tem corrido, literalmente, e, sem dar conta, já vou a caminho da 36.ª semana de gestação. Falta cerca de um mês para a data prevista para o parto e só neste fim de semana consegui fazer, finalmente, as 2 malas de maternidade - a minha e a dela.

 

Para além disso, passei grande parte do fim de semana a fazer algo super divertido (not): lavar e engomar roupas que eram da Laura e que passarão para a irmã. Sabia que a Laura tinha muita coisa, mas, confesso, fui surpreendida com a quantidade de coisas, depois de ir buscar tudo o que estava guardado e necessitava de ser lavado.

 

Tudo está mais encaminhado e os detalhes que faltam ultimar resolvem-se nesta e na próxima semana - espero!

 

Entretanto, na consulta desta semana, percebi que a filhota, que há duas semanas estava quase de cabeça para baixo, resolveu fazer das suas e colocar agora a cabeça na parte direita da minha barriga. Felizmente, tenho bom líquido, boa placenta e um colo do útero alto. Mas estava a contar que, nesta altura do campeonato, ela já estivesse encaixada...

 

Depois de confirmar a sua posição através de uma eco, a minha médica, acreditando que ela ainda poderá virar, falou-me, no entanto, na possibilidade de fazer uma versão cefálica externa - de modo a que o parto possa ser "natural". Nunca tinha ouvido falar de tal coisa e fiquei com algum receio - mas a possibilidade ficou no ar e fez-me começar logo a investigar sobre o assunto, mal tive oportunidade.

 

Para quem, como eu, nunca ouviu falar de tal coisa, a mesma passa por uma manobra externa, feita por um médico experiente, e completamente monitorizada com ecografia e CTG, que tenta virar a cabeça do bebé, encaixando-o no sítio correto. A mãe normalmente leva algum tipo de anestesia, para ficar mais relaxada e não sentir a manobra, que costuma ser dolorosa (se procurarem, encontram alguns vídeos que mostram a mesma).

 

Já tinham ouvido falar? Alguém fez e resultou? É que, para além de ser feito em muitos poucos locais, no país, e ter alguns riscos, a taxa de sucesso é baixa - entre 50% a 60%...

 

Pessoalmente, estou inclinada a não o fazer. Mas estou empenhada em que ela vire, através de exercícios, fáceis de executar, que se acredita que podem ajudar à inversão dos bebés. Se estiverem a passar pelo mesmo e quiserem praticar também, aqui podem encontrar vídeos interessantes, que ajudam a pôr em prática alguns desses exercícios: spinningbabies.com.

 

A ver vamos se ela vira naturalmente. Se não virar, temos sempre a possibilidade de cesariana que, não sendo o cenário que pretendia, poderá ser o melhor e o mais seguro para ela - e isso, para mim, é mesmo o que mais interessa, neste momento.

 

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Pág. 9/9

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D