Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

15
Nov16

Julieta

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-11-13, 22.28.19.png

 

Cerca de um ano e meio depois, volto a uma sala de cinema, para ver um filme do início ao fim. Deixei de o fazer nos últimos tempos de gravidez, quando a barriga, grande e volumosa, não combinava com muito tempo na mesma posição ou sem uma casa de banho por perto.

 

"Sobrevivi" este tempo todo sem ver um único filme numa sala de cinema. É verdade que senti falta, mas valeu-me a box da televisão que, com atraso, é certo, me permitiu uma atualização em termos cinematográficos.

 

Sábado foi o dia do regresso a uma sala de cinema. Fã desde os meus primeiros tempos de Faculdade do génio de Almodóvar, escolhi Julieta, para o "regresso" da, agora, mãe, ao cinema, volvidos quase dois anos desde o último filme.

 

Levei como companhia um saco de pipocas, doces e salgadas (as minhas preferidas), e escolhi um cinema razoavelmente calmo àquela hora do dia.

 

Deixei-me levar pela banda sonora, absolutamente genial, como todas as outras, dos filmes do cineasta espanhol, e envolvi-me no drama familiar do filme, que cativa do início ao fim.

 

Soube bem voltar ao cinema, assim como soube bem voltar a casa, para junto dele e dela - os protagonistas do filme da minha vida...

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

15
Nov16

A história do verniz

Mónica Lice

Captura de ecrã - 2016-11-12, 19.17.45.png

 

Nos dias que correm, o verniz faz parte da maquilhagem e já não concebemos o mundo da cosmética sem ele. No entanto, nem sempre foi assim. Como nasceu? É esta a resposta a que vou tentar responder, de seguida.

 

Olhando para trás, é curioso perceber que a tradição de pintar as unhas remonta ao Antigo Egipto (cerca de 3500 AC), numa altura em que se recorria ao poder corante da henna para as colorir. Ter unhas pintadas era sinónimo de estatuto social e, quanto mais escuras fossem, maior o poder (só os faraós e as suas famílias podia usar cores mais escuras).

 

Cléopatra, por exemplo, era conhecida por gostar e usar sempre um tom de vermelho escuro (obtido, por vezes, através de besouros esmagados - sim, leram bem - besouros...). E há até uma história, em jeito de lenda, que diz que ela terá proibido o uso desta cor por outras pessoas que não ela.

 

Captura de ecrã - 2016-11-12, 19.01.44.png

Claudette Colbert no papel de Cleópatra, em 1934.

 

 

Na Babilónia, a tradição de pintar as unhas manteve-se e até os soldados o faziam antes de ir para a batalha. No Império Chinês, pintar as unhas era normal, com cores que iam desde o dourado e o prateado, até ao vermelho e ao preto. Nessa altura, os vernizes eram feitos de misturas de plantas, cera de abelha, clara de ovo, gelatina, goma arábica e pétalas de flores.

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D