Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

31
Mai14

Dicas de decoração #2

Mónica Lice

Se é daquelas pessoas que acumula revistas e não sabe muito bem que destino lhes dar, quando já tem a casa cheia delas, aqui fica uma sugestão que pode bem ajudar a dar novo ar aquela parede "despida" da sua casa.

 

O meu conselho é que selecione as páginas mais inspiradoras da revista, e as emoldure em quadro giros, que podem ou não combinar entre si. O Ikea, por exemplo, tem boas opções. Se preferir modelos com ar vintage, as lojas de segunda mão ou as feiras de antiguidades são do melhor para os encontrar.

 

Pode também juntar capas de revistas antigas (a Feira da Ladra, em Lisboa, costuma ter) ou novas e fazer uma espécie de combinação de quadros assim.

 

Para ajudar, aqui ficam algumas imagens bem inspiradoras! 

 

 

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

30
Mai14

O look de maio by C&A

Mónica Lice

Depois de um mês de looks semanais C&A, chegou a hora de revelar o look vencedor de maio, cuja autora receberá um cartão oferta, no valor de €100, para usar como quiser numa loja C&A à sua escolha.

 

A escolha foi feita por um júri C&A, que elegeu o look da Márcia Sousa...

 

Look ideal para umas férias numa cidade cosmopolita. Usaria este coordenado numa viagem até Nova Iorque, Paris, Londres ou Milão, por ser um look que prima pelo conforto, sendo ao mesmo tempo trendy.
É um conjunto bastante versátil, que poderia ser usado durante o dia, numa caminhada pelas avenidas de lojas ou numa visita a um prestigiado museu, prolongando-se mesmo até à noite, num jantar ou numa saída nocturna. 

 

Muitos parabéns à Márcia, que em breve será contactada!

 

Se ainda não participaram, ainda vão a tempo de o fazer (o passatempo vai continuar em junho)! Boa sorte!

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

30
Mai14

Cabelos encaracolados & eu

Mónica Lice

Entrei na Faculdade de cabelo curtinho, mas já com uns caracóis a fazerem-se notar. Com a mudança para a capital, os raros cortes que fui fazendo fizeram com que o cabelo fosse crescendo cada vez mais, a ponto de ter chegado ao fim do curso, cinco anos depois (numa altura em que as licenciaturas ainda tinham 5 anos), com um bonito e relativamento longo cabelo ondulado.

 

Creio que só nessa altura percebi que, mesmo sem a "velhinha" permanente dos 12 anos, tinha ondulações e, até, caracóis. Era tudo uma questão de usar os produtos apropriados...

 

E com essas ondulações rumei à Guiné. Durante os vários anos que lá vivi, nunca me aventurei em cortes por lá. O máximo que fiz foi um brushing, já no meu último ano. Efetivamente, quem conhece Bissau sabe que não faltam locais onde se arranja o cabelo. Aliás, por todo o lado se veem mulheres a fazerem tranças ou a colocar extensões.

 

No entanto, eram poucos os salões, à data, na capital guineense, que me transmitissem relativa segurança ou que oferecessem cabeleireiros habituados a cabelos finos. E, por isso, o meu cabelo foi crescendo, crescendo, sem grande manutenção, no meu dia-a-dia.

 

Nesta altura, descobri o maravilhoso mundo dos leave-ins. Lavava e hidratava bem o cabelo, colocando depois um creme para caracóis (maravilhoso, da TIGI, que infelizmente foi descontinuado), que os definia mas não secava os cachos. E, por causa do calor, em poucas horas tinha o cabelo seco, sem necessidade de secadores!

 

De volta a Lisboa, foi hora de descobrir o trabalho de alguns bons cabeleireiros da capital. Nem todos os profissionais sabem, na perfeição, cortar cabelos ondulados ou com caracóis - sendo, por isso, importante, escolher o profissional a quem confiamos o cabelo e, uma vez encontrado "o" tal, manter os seus contactos sempre atualizados!

 

Foi nesta altura que comecei também a descobrir os encantos da cor e do mundo da coloração...

 

(Continua...)

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

Pág. 1/17

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D