Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

11
Mar11

Perguntas e respostas sobre o alisamento japonês

Mónica Lice

Como recebo vários e-mails com questões relativas à técnica do alisamento japonês, resolvi lançar a quem percebe do assunto várias questões pertinentes, que me eram frequentemente colocadas.

 

Assim, lancei o desafio a Renato Luís, cabeleireiro de diversas celebridades portuguesas e embaixador da TRESemmé em Portugal, a trabalhar no Chill Factory (em Oeiras). Ora espreitem:

 

1. O que significa a técnica alisamento japonês?

O Alisamento Japonês teve origem na Turquia, mas foi em Nova York que foi desenvolvido mais profundamente por Satoru Nagata, sendo utilizado por várias celebridades. O alisamento Japonês é o alisamento mais caro do mercado, mas também é com ele que conseguimos os melhores resultados. É uma técnica que mistura o tratamento químico com o recondicionamento térmico a altas temperaturas.

Após a aplicação dos produtos químicos no cabelo, é utilizada uma chapa térmica passando por várias madeixas muito finas, que consegue redistribuir a proteína e realinhar a keratina, conseguindo o efeito liso nos cabelos. Por outras palavras, é uma técnica que elimina toda a ondulação do cabelo definitivamente.

 

2. É aconselhável a que tipos de cabelos?

O alisamento é aconselhado em cabelos naturais, ou com um baixo teor de oxidação, como é o caso das colorações semi-permanentes ou permanentes. Portanto, quem tenha, por exemplo, umas madeixas, não deve nunca fazer um alisamento, pois a estrutura do cabelo já está bastante sensibilizada. Não faça de modo nenhum, qualquer tipo de alisamento, se tiver qualquer serviço técnico em que o seu cabeleireiro tenha usado uma oxidação acima dos 20 v. Basta perguntar ao seu hairstylist.

 

3. Que cuidados devemos ter antes de escolhermos este ou aquele cabeleireiro, que nos fará este tipo de tratamento?

O cabelo é modificado na sua estrutura interior e exterior. Por isso, se pensar em fazer um alisamento, esteja certa do passo que vai tomar, pois o cabelo alisado não torna mais a ganhar qualquer tipo de movimento. Antes de fazer um alisamento certifique-se que o cabeleireiro que escolhe é devidamente credenciado para o fazer, pois trata-se de um serviço técnico muito importante que precisa de conhecimentos profundos por parte do cabeleireiro que o executa. Em qualquer salão de cabeleireiro o processo deve ser o mesmo. Em primeiro lugar, o profissional que lhe fizer o alisamento tem que fazer um teste numa pequena madeixa na parte detrás do cabelo. Este teste vai servir para ver como o cabelo reage e vai ajudar o cabeleireiro a saber a força do produto a utilizar, uma vez que no alisamento japonês existem 3 forças. Do mais fraco ao mais forte.

 

4. Qual o preço aproximado desta técnica?

O valor do Alisamento Japonês varia dos €500 aos €1500, consoante o tamanho e a espessura do cabelo. Um preço mais em conta pode levantar suspeitas àcerca da qualidade do produtos químicos ou da experiência do cabeleireiro.

 

5. Depois do alisamento estar feito, que cuidados ter com o cabelo?

Depois de fazer um Alisamento Japonês, o cabelo deve ter uns cuidados especiais. A utilização de produtos à base de Keratina e Colagéneo são essenciais, pois vão repor as proteínas, proporcionando de novo o brilho e a resistência ao cabelo. Logo na semana a seguir e uma vez que não pode lavar o cabelo durante 72 horas, dirija-se ao seu salão para efectuar uma hidratação profunda, como uma Recarga de Keratina. Tenha em conta que durante estas 72 horas o cabelo não deve ser preso nem posto atrás das orelhas para não marcar. Também não deve praticar exercício físico pois vai suar e estragar todo o processo. Tome nota, mais importante que o processo no cabeleireiro é seguir todas as indicações em casa, sendo fundamental para o êxito do trabalho.

 

6. Este alisamento tende a durar quanto tempo?

A duração do alisamento é de, no mínimo, 6 meses, tendo sempre em conta o crescimento do cabelo. Com o seu crescimento natural a diferença de texturas vai ser enorme, daí precisar sempre de manutenção. Lembre-se que um alisamento é um investimento, vai deixar de ter uma rotina no salão, pois estará sempre penteada. Um dos êxitos do alisamento é que o cabelo reflecte a luz, dando-lhe uma aparência de seda.

Acompanhe também as novidades no Facebook e no Instagram (@monicalice).

15 comentários

Comentar post

Sigam-me

No facebook

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D